Vamos lá dar cor a isto

Já há algum tempo que não passava por aqui…é o que dá andar demasiado focada num único projeto. Mas como não quero abandonar o estraminé, vim mostrar um cheirinho do tema da minha tese.

Estou a terminar a minha Dissertação do Mestrado em Design de Interiores na ESAD. Na realidade, concluí a minha Licenciatura em Arquitetura ainda na época pré-Bolonha, mesmo no limite, em 2006, na Universidade do Minho. Não “preciso” do Mestrado para exercer. E por isso mesmo muitos me perguntam o porquê de estar a fazer isto agora.

Ora, de 2006 a 2012 estive fora do país, a trabalhar como arquiteta em Valência, até que decidi voltar a casa, mais por motivos pessoais do que profissionais. E quando voltei estava perfeitamente consciente do estado do país, principalmente do estado do setor da construção. Apesar de ter tido oportunidade de compilar no meu CV uma série de projetos interessantes, intuía que não seria imediata a entrada no mercado de trabalho…mas eu não fui feita para estar fechada em casa sem fazer nenhum!!! Nem de férias consigo estar quieta! E juntando esta motivação a uma certa vontade de experimentar (ao de leve, por isso nem pensei em Doutoramento) a investigação, surgiu a ideia de fazer um Mestrado. Em quê? Isso era o mais claro para mim: durante os dois anos anteriores ao meu regresso trabalhei lado a lado com Designers de Interiores e em especial com um Light Designer! Não sei se o que me fascinou mais foi o trabalho ou a excentricidade dele, mas fiquei a conhecer um mundo que ignorava.

Long story short, este mestrado já me levou a realizar um projeto para uma grande empresa a nível nacional, já me levou a trabalhar para uma excelente empresa de iluminação onde aprendi tanto mas tanto…e aqui me encontro eu, a escrever sobre um tema de que gosto cada vez mais.

Sobre os projetos que realizei, já falarei deles, com os devidos créditos. Hoje vou apenas contar uma pequenina parte da minha investigação: iluminação de eventos.

1111_Lincoln_Road_Herzog__de_Meuron_02WhiteEste é o parque de estacionamento dos arquitetos Herzog & de Meuron em Miami: 1111 Lincoln Road.

White1111LincolRoad_Miami-Focus-Forward-Filrms_Elisabeth-PrioreWhiteE este é exatamente o mesmo parque de estacionamento transformado em salão de festas para um qualquer evento milionário, que pode ser, desde uma apresentação da Ferrari a um copo de água de um casal que não tem dinheiro para mais senão festejar no estacionamento (joking…pelo sim pelo não, não tentem isto em casa…ou no estacionamento do prédio). A questão aqui é: como sabemos que a função do espaço se alterou, e houve a criação de um ambiente totalmente diferente? Exatamente: pela luz.

Whitegarage-articlelargeWhiteOnde ontem estacionei o Lamborghini, hoje estou a degustar lagosta. Se voltar a emigrar, vai ser para Miami!

Estão a ver aqui o poder comunicativo da luz. Realmente pouco se altera no espaço: ainda se percebem as linhas de marcação de lugar no pavimento, o revestimento do espaço não muda, apenas se acrescentam mesas, cadeiras e pouco mais.

E com isto da investigação, deparei com a figura incontornável da iluminação de eventos: Benteley Meeker. Este light designer transforma os ambientes de tal forma fantástica, que fico-me por aqui com as palavras e deixo-vos com as imagens: WhitehomebgWhite 2013-01-26-Phantom-183A2985Whitebentley4

Whitee18895image9

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s